Federação PL e PP

Coluna Rita Oliveira – 14 de outubro

 

O PL em Sergipe, comandado pelo deputado federal Bosco Costa, deseja lançar o ex-prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho, como candidato a governador em 2022. Valmir ainda não bateu o martelo se concorre ao governo, a vice-governador, deputado estadual ou deputado federal.

Enquanto Valmir não decide, o deputado federal Valdevan Noventa segue como pré-candidato ao Senado. Pode não ter o apoio do PL para disputar mandato de senador, devendo ter de mudar de partido para registrar sua candidatura.

Bosco Costa, em conversa com a coluna, reafirmou que o partido está aberto com relação a 2022. Deixou transparecer que se não tiver Valmir como candidato a governador, como deseja a Executiva Nacional, o PL pode compor com o pré-candidato a governador Rogério Carvalho (PT) e até mesmo com o agrupamento do governador Belivaldo Chagas (PSD), já que deputados estaduais da legenda  têm votado com o governo, mesmo não fazendo parte dele.

O PP, comandado no estado pelo deputado federal Laércio Oliveira, está trabalhando para ter candidato a governador. E o nome é o do próprio parlamentar, que tem visitado prefeitos e lideranças do interior em busca de apoio.

Laércio, que inicialmente colocou seu nome como candidato a governador pelo agrupamento governista e depois a senador, agora só fala em ser candidato à sucessão de Belivaldo Chagas. Deve ter se animado com as conversas iniciais para o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se filiar ao PP para concorrer à reeleição.

No caso do presidente ingressar no PP, Laércio pode até deixar o agrupamento governista e disputar o governo como candidato de Bolsonaro. Isso porque dificilmente será o candidato do bloco comandado por Belivaldo.

Agora, a cúpula nacional do PP discute a possibilidade de formar uma federação com o PL para disputar as eleições de 2022. O objetivo seria somar as bancadas dos partidos no Congresso e fortalecer a sigla para reeleger Bolsonaro.

Segundo a mídia nacional, um dos empecilhos para a aliança é, justamente, a possível chegada de Bolsonaro no PP. Isso porque o PL tem muitas divisões internas, e alguns grupos do partido têm sinalizado interesse em apoiar o ex-presidente Lula (PT).

Como PL e PP são partidos do Centrão Bolsonaro, se filiando ao PP e sendo criada a federação das duas legendas, terá de vestir a camisa de candidato do Centrão, que é a principal base fisiológica do Congresso.

E os deputados Bosco Costa e Laércio Oliveira terão que se articular nacionalmente para ver quem ficará com o comando da federação em Sergipe.

No Estado, com a fusão do PSL com o DEM, que virou União Brasil, o comando do novo partido ficou com o ex-deputado federal André Moura.

Agora é aguardar o desenrolar dos acontecimentos…

……………………………….

 

Rival

A mídia nacional noticiou ainda, nesta quarta-feira, 13, que a criação da federação com PP e PL também é vista como uma forma de criar um rival para a União Brasil, formada pela junção de DEM e PSL. O União Brasil será o maior partido no Congresso Nacional.

Federação  

O presidente estadual do PL, deputado federal Bosco Costa, afirma que ainda não foi discutido dentro do seu partido a federação PL e PP.  Revela que não tem uma opinião formada sobre essa pauta, até por conta da questão regional. “É preciso saber como ficaria a federação em Sergipe”, afirma.

BR – 101

Bosco Costa, que é membro da Comissão do Orçamento da Câmara, comemorou nesta quarta-feira a aprovação do PLN que credita R$ 29,2 milhões para duplicação da BR – 101 Norte. “Isso vai permitir a retomada das obras, que tanto transtorno traz para os sergipanos”, diz.

Em Sergipe 1

Revela ainda que no dia 28 de outubro virá a Sergipe o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, para assinatura da licitação do Canal Xingó. Há uma possibilidade, não confirmada, da vinda do presidente Jair Bolsonaro.

Em Sergipe 2

O canal, que sairá da Bahia, alcançará seis municípios do sertão sergipano:  Canindé do São Francisco, Poço Redondo, Porto da Folha, Monte Alegre, Nossa Senhora da Glória e Nossa Senhora Aparecida.  Bosco, avalia que a obra será de grande importância para o povo sertanejo, que sofre com o desabastecimento de água para consumo próprio e dos animais.

Vice que deseja

De Itabaiana, a coluna recebeu informações de que o senador Rogério Carvalho (PT) continua “insistindo fortemente” para que o ex-prefeito  Valmir de Francisquinho (PL) venha a ser o candidato a vice-governador na sua chapa. As conversas são com o próprio Valmir e o prefeito Adailton Sousa (PL).

Preferência pelo Legislativo

Segundo a fonte, Valmir permanece com a predisposição de disputar mandato de deputado federal ou estadual. Se fizer a opção de concorrer a Assembleia Legislativa o seu filho, o deputado estadual Talysson de Valmir (PL), concorrerá a uma cadeira na Câmara Federal.

Será? 1

Em uma roda política foi colocado que Rogério Carvalho vai esperar o governador Belivaldo Chagas (PSD) anunciar o candidato a governador do agrupamento para definir o candidato a senador na sua chapa. “Rogério aposta que o escolhido será Edvaldo Nogueira e que Fábio Mitidieri, contrariado por ter sido preterido por já vir trabalhando há muito tempo, pode aceitar convite para ser candidato a senador na sua chapa”, .

Será? 2

Enfatiza que Fábio Mitidieri pode ser “convencido” por familiares a disputar o Senado na chapa de Rogério com a perspectiva que a família venha a ter dois senadores. Isso porque o empresário Jorge Mitidieri é o primeiro suplente do senador petista.

Sabatinado 1

Após sabatina na Comissão Especial da Assembleia Legislativa, constituída pelo presidente Luciano Bispo (MDB), o Procurador-Geral do Ministério Público Especial de Contas, Luis Alberto Meneses, teve seu nome aprovado para a vaga de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, em decorrência da aposentadoria do conselheiro Carlos Alberto Sobral de Souza e escolha do governador Belivaldo Chagas em lista tríplic. Os membros da comissão acompanharam o voto do relator Garibalde Mendonça (MDB).

Sabatinado 2

“O indicado, conforme consta dos autos, possui idoneidade moral e reputação ilibada, considerando ainda possuir mais de 10 anos de exercício de função ou de efetiva atividade profissional que exija notórios conhecimentos jurídicos, contábeis, econômicos e financeiros ou de administração pública. Luis Alberto atende com completude aos requisitos constitucionais para investidura no cargo de Conselheiro do TCE/SE”, afirmou Garibalde em seu relatório.

No Senado

Nesta quarta-feira, o Senado aprovou um projeto de lei (PL), no âmbito de investigações criminais, que cria novos procedimentos para reconhecimento de pessoas. A matéria, relatada por Alessandro Vieira (Cidadania-SE), prevê que todo procedimento de reconhecimento seja gravado, sempre que possível, e, caso haja o reconhecimento do suspeito, esse reconhecimento deva ser confirmado por outras provas.

O que pensa

O senador Alessandro Vieira destaca que o reconhecimento de suspeitos através da apresentação de fotografias é uma prática corrente em delegacias e unidades policiais em todo o Brasil, mas essa forma de investigação pode apresentar graves falhas, ocasionando prisões de inocentes, principalmente de pessoas negras. “Os erros chegam a ser tão grosseiros que pode acontecer o absurdo de uma pessoa ser acusada, ao mesmo tempo, por dois crimes que aconteceram no mesmo dia, hora e local”, pontua Alessandro.

Julgamento da ONU 1

O Comitê de Direitos Humanos da ONU (Organização das Nações Unidas) marcou para maio de 2022 o julgamento final da prisão política do ex-presidente Lula (PT).  A decisão ocorrerá em meio à campanha para as eleições no ano que vem.

Julgamento da ONU 2

A ONU avalia, desde 2016, uma queixa apresentada pelo ex-presidente, que argumenta que seu processo não foi imparcial e que o então juiz Sergio Moro atuou de forma irregular. O Comitê é o encarregado de supervisionar o cumprimento do Pacto Internacional de Direitos Civis e Políticos, assinado e ratificado pelo Brasil.

Veja essa…

O arcebispo de Aparecida (SP), Dom Orlando Brandes, passou a ser chamado de “comunista” nas redes sociais após criticar a postura do presidente Bolsonaro com relação a armas durante o sermão da missa das 9h, do Dia de Nossa Senhora Aparecida.  O sacerdote usou o slogan do governo – “Pátria Amada” – para afirmar que para ser “pátria amada não pode ser pátria armada”.

CURTAS

Os deputados federais Fábio Reis (MDB) e Fábio Mitidieri (PSD) foram na manhã desta quarta-feira a SSP entregar seis novas viaturas. As viaturas, destinadas com recursos de emendas parlamentar, beneficiarão o policiamento dos municípios de Boquim, Carira, Itabaianinha, Carmópolis, São Cristóvão e Lagarto.

Na próxima segunda-feira (18), o senador Alessandro Vieira (Cidadania) será o entrevistado do programa Roda Viva da TV Cultura. Será ao vivo, às 22h.

Na sessão plenária da Alese desta quarta-feira, o vice-presidente Francisco Gualberto (PT) criticou o polêmico veto presidencial ao projeto de lei que previa a distribuição gratuita de absorventes femininos para estudantes de baixa renda e mulheres em situação de rua no Brasil.

“Com a falta de política social deste governo federal no momento de pandemia, a fome tem aflorado, a miséria, o abandono social e os seus aspectos. E esse é um dos mais graves na sociedade brasileira. Não é fácil imaginar que uma mulher sem qualquer remuneração tenha condição de ter recursos para comprar o seu absorvente no seu ciclo menstrual, como também de suas filhas”, justificou Gualberto.

Acontece nesta quinta-feira, 14, uma plenária para discutir a preparação da agenda de mobilização para a marcha de 20 de novembro Fora Bolsonaro e avaliar o último ato ocorrido em setembro, nos bairros de Aracaju. Organizada pela CUT, o evento ocorrerá às 8h, no auditório da central.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *