Senadora volta a pedir unidades especializadas em agronegócio

A senadora licenciada Maria do Carmo Alves (DEM) aplaudiu a Caixa Econômica Federal (CEF) pela decisão de abrir mais uma agência em Sergipe, porém, reafirmou a necessidade de o Estado ser incluído no roteiro nacional de abertura de unidades especializadas em agronegócio. No início do mês, a parlamentar já havia intercedido junto ao órgão para pedir por essa inclusão.

“A CEF, pela primeira vez, faz parte do Plano Safra 2021 e 2022 e isso faz com que ela conte com R$ 35 bilhões para empréstimos diferenciados direcionados a produtores rurais”, relembrou. Para ela, será uma injeção de recursos que poderá trazer novos investimentos e promoverá trabalho e renda, o que assegura o desenvolvimento econômico sergipano.

Maria do Carmo salientou reforçou a solicitação pela abertura de novas agências em Municípios com mais de 12 mil habitantes. “Ainda estamos passando, infelizmente, por um momento delicado de pandemia. Acreditamos que um maior contingente de pessoal para fazer atendimento evitará aglomerações desnecessárias, além da sobrecarga de trabalho”, reforçou.

Maria ressaltou que, pelo menos, 40 Municípios de Sergipe seriam contemplados com agências, contribuindo para o desenvolvimento local, por meio de empregos diretos e indiretos que resultam na geração de renda. “Em Socorro, que possui um dos maiores PIB’s e é a segunda cidade mais populosa do nosso Estado, só há uma agência. Seria uma forma de desafogar os trabalhadores da instituição, sem falar nas vantagens que traria para os correntistas, usuários e comunidades do entorno”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *