Governo discute com Mosaic ampliação de investimentos em Sergipe

O governador Belivaldo Chagas (PSD) se reuniu nesta terça-feira com a CEO da Mosaic Fertilizantes, Corrine Ricard, que confirmou que o plano de investimento no estado se manterá não só até 2023, mas será ampliado pelo menos até 2026.  “A produção anual atual é de 360 mil toneladas de fertilizantes por ano, com expectativa de chegar a 500 mil, num investimento previsto de R$ 247 milhões”, afirma.

Revela que a Mosaic é uma das maiores empresas do mundo em produção e comercialização de fosfato e potássio combinados e atua no nosso estado desde 2018, quando assumiu os ativos da usina Taquari Vassouras, em Rosário do Catete.

 

Segundo Belivaldo, a empresa também mostrou interesse em participar dos estudos para o projeto do Polo de Fertilizantes de Sergipe, desenvolvido numa parceria do Governo de Sergipe com a consultoria Mastersenso. “A ideia é consolidar e fortalecer a cadeia de fertilizantes no estado através de investimento em uma nova planta de fertilizantes nitrogenados, uma unidade de processamento de minerais de fosfato, aumento da produção de potássio e atração de novas misturadoras, com o propósito de se firmar como centro produtor de fertilizantes e principal supridor da região Nordeste, alcançando outras regiões ainda mais”.

“Colocamos os nosso técnicos do Governo à disposição para que se reúnam com os representantes da empresa e encontrem maneiras de facilitar a ampliação dos negócios, especialmente nas taxas de compra e restauração de máquinas e equipamentos utilizados na mineração e transporte. Tudo para que a Mosaic continue gerando emprego e renda para a população, movimente toda a cadeia produtiva, fazendo Sergipe se desenvolver ainda mais”, afirmou.

Além da presidente da empresa, Corrine Ricard, estiveram presentes o vice-presidente de Operações, Elias Júnior, o gerente-geral de Operações em Sergipe, Carlos Costa, e Antônio Meirelles, diretor de Relações Governamentais e Sustentabilidade; os secretários estaduais Marco Antônio Queiroz (Sefaz) e José Augusto Carvalho (Sedetec); o superintendente especial de Parcerias Público-Privadas, Oliveira Júnior; de Comunicação, Givaldo Ricardo; e Abner Melo, diretor-técnico da Codise.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *