Segundo candidato da oposição

Coluna Rita Oliveira – 15 de julho

Cinco vezes vereador e duas vezes prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho (PL) confirma pré-candidatura a governador de Sergipe em 2022.

O ex-prefeito de um dos maiores municípios de Sergipe, que tem o filho Talyson de Valmir deputado estadual, é uma liderança carismática na região do agreste.  Já vem conversando com muitas lideranças, em busca de apoio.

Ele é o segundo nome da oposição em Sergipe com a disposição de disputar a sucessão de Belivaldo Chagas (PSD), já que até o momento só tem o senador Alessandro Vieira (Cidadania) com essa pretensão.

A chapa de Valmir pode não somar muito com os prováveis candidatos a senador. Um nome é o do deputado federal Valdevan Noventa, que por ser do mesmo partido poderá dificultar ampliação de alianças. Um outro provável nome é o do ex-senador Eduardo Amorim (PSDB), que também é de Itabaiana, tendo o mesmo colégio eleitoral, o que não ampliará em votos.

Tanto Valdevan Noventa quanto Eduardo Amorim têm defendido uma candidatura de Valmir ao governo. Os dois estão firmes no propósito de concorrer ao Senado, o que surge um impasse.

Já o senador Alessandro ainda não tem um nome para o Senado. Fala-se na delegada Danielle Garcia (Cidadania) e na vereadora de Aracaju Emília Corrêa (Patriota), mas é muito provável que as duas venham a disputar mandato para a Câmara Federal.

Na base governista a discussão sobre o candidato majoritário só ocorrerá a partir da segunda quinzena de setembro, como já declarou o governador Belivaldo Chagas. Mas já tem quem aposte na chapa: deputado Fábio Mitidieri (PSD) para governador, o presidente da Assembleia Legislativa Luciano Bispo (MDB) para vice e o ex-deputado federal André Moura (PSC) para o Senado.

Confirmando Luciano Bispo como vice na chapa governista, se verá novamente em 2022 uma disputa acirrada entre Luciano e Valmir, que são adversários políticos em Itabaiana e estão sempre em disputa nas urnas.

Agora é aguardar o desenrolar dos acontecimentos, pois com relação as eleições 2022 ainda tem muita água para rolar por debaixo da ponte…

………………………….

Encontro 1

O ex-senador Eduardo Amorim (PSDB) e o ex-deputado federal Valadares Filho (PSB) conversaram na segunda-feira (12), na sede do partido tucano, sobre 2022. Eduardo reafirmou projeto de disputar o Senado e VF de concorrer à Câmara dos Deputados.

Encontro 2

“Foi uma conversa de cortesia. O caminho é esse: aproximação. Não tem definição ainda, mas diálogo nessa linha”, declara à coluna Valadares Filho. Reafirma que o PSB em Sergipe seguirá a linha do partido a nível nacional.

Composição

Reafirma Valadares Filho que o PSB caminha para marchar junto com o PT em 2022 e que em Sergipe não ver nenhum problema de uma aliança com o partido, que deve ter o senador Rogério Carvalho como candidato a governador.

O foco

De Valadares Filho ao ser questionado se o seu pai, o ex-senador Valadares Filho, pode concorrer ao Senado em 2022 como já foi especulado: “Valadares é como um jogador de luxo na reserva.  Não tem projeto pessoal,  mais de grupo, de ajudar um projeto maior. Hoje ele está focado na nossa candidatura de deputado federal, visando a reestruturação do partido”.

Precavido

Por conta da pandemia, o ex-governador Jackson Barreto (MDB) afirma que ainda não bateu martelo sobre sua candidatura a deputado federal, ou seja, ainda não está discutindo apoios. “Se sair, começar a circular terei mil assuntos e mil tarefas para resolver. Serão problemas que terei de dar soluções. Ficaria a semana trabalhando sem cuidar de mim. Fico com medo dessa roda viva da política”, declara à coluna

Ponto de vista

Para Jackson, o deputado bom hoje não é o bom tribuno, mas o que articula no Congresso, nas comissões, o que traz mais recursos para seu estado. “Hoje as articulações são feitas em torno de quem tem mais poderes para trazer recursos”, avalia.

Em Brasília 1

Acompanhado do deputado federal Laércio Oliveira (PP), o governador Belivaldo Chagas (PSD) esteve reunido nesta quarta-feira com o ministro da Educação (MEC), Milton Ribeiro, e o presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Marcelo Pontes.  Tratou da liberação de uma emenda de bancada no valor de R$ 69,621 milhões para obras e compra de equipamentos.

Em Brasília 2

Para Belivaldo, a reunião foi “extremamente proveitosa”, com o ministro e o presidente do FNDE se comprometendo em agilizar a chegada destes investimentos. Revela que os convidou para virem a Sergipe dar ordem de serviço às obras, assim que os recursos estiverem disponíveis. Acompanharam ainda o governador os secretários estaduais José Carlos Felizola (Governo) e Josué Modesto (Educação).

Foco na Alese

O ex-deputado federal Adelson Barreto (PSD) está trabalhando para disputar mandato de deputado estadual em 2022. Retornou com a política assistencialista e programa na televisão.

Podemos 1

O ex-ministro da Justiça Sergio Moro, que mora atualmente nos Estados Unidos, está com um pé no Podemos.  Em Brasília esta semana, ele se reuniu na segunda-feira (12) com a presidente do partido, Renata Abreu, discutindo filiação e candidatura a presidente da República em 2022. O ex-juiz da Lava Jato teria pedido um prazo até outubro ou novembro para definir ou descartar de vez sua candidatura.

Podemos 2

Uma confirmação de filiação de Moro ao Podemos poderá levar a delegada Danielle Garcia (Cidadania) a se filiar ao partido para disputar mandato para a Câmara Federal ou Senado em 2022. Danielle fez parte da equipe de Moro em 2019, trabalhando no Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional da Secretaria Nacional de Justiça do Ministério da Justiça e Segurança Pública (DRCI/SNJ).

Pacheco

Do deputado estadual Rodrigo Valadares (PTB) sobre uma candidatura ao Planalto do presidente do Senado Rodrigo Pacheco (DEM-MG), que está com um pé no PSD: “Não se enganem, candidatura do Pacheco não tem chance nenhuma. E ele sabe disso. É apenas mais uma artimanha do Kassab [presidente nacional do PSD) para fortalecer Lula”.

De fora

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) autorizou, nesta quarta, a liberação de R$ 38,4 milhões para a continuidade de obras de saneamento básico no Distrito Federal e em 13 estados do País: Bahia, Ceará, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Piauí, Paraná, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. Sergipe não foi contemplado.

Veja essa…

Uma fonte militar revela que dos 11 militares eleitos em 2020, sendo 10 vereadores e um vice-prefeito de Gararu, nenhum votará no senador delegado Alessandro Vieira (Cidadania) para o governo. Diz que a rejeição ao seu nome é grande por fazer oposição ao presidente Bolsonaro e não vestir a camisa da polícia.

CURTAS

Pelas suas redes sociais o presidente Jair Bolsonaro responsabilizou o PSOL e o PT pela obstrução intestinal, que o levou a nova internação hospitalar e, provavelmente, a uma nova cirurgia.

“Mais um desafio, consequência da tentativa de assassinato promovida por antigo filiado ao PSOL, braço esquerdo do PT, para impedir a vitória de milhões de brasileiros que queriam mudanças para o Brasil”, afirmou Bolsonaro, se referindo a facada no ano da eleição e que já provocou quatro cirurgias.

Deputados estaduais aprovaram nesta quarta-feira o Projeto de Lei Ordinária nº 93/2021, que dispõe sobre as Diretrizes para a elaboração e a execução da Lei Orçamentária do Estado de Sergipe para o exercício financeiro de 2022.

O deputado estadual Iran Barbosa (PT), participou, nesta quarta, do ato organizado pelo Sindicato dos Trabalhadores dos Correios de Sergipe (SINTECT/SE) com apoio da CUT, em frente à agência dos Correios, no centro de Aracaju, contra a proposta do governo federal de privatização total da estatal. O Projeto de Lei n° 591/2021 já tramita na Câmara dos Deputados em regime de urgência.

O ex-deputado federal André Moura (PSC) visitou nesta quarta-feira o deputado federal Fábio Mitidieri (PSD), que se recupera de uma cirurgia. Diz que foi visitar o amigo e lhe desejar um pronto restabelecimento. “Fiquei muito feliz por vê-lo alegre e disposto. Com fé em Deus e em Nosso Senhor do Bomfim em breve ele voltará a trabalhar por Sergipe”, disse. André e Fábio estão cada vez mais próximos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *