Oposição em casa

Coluna Rita Oliveira – 14 de julho

 

Já estamos chegando na segunda quinzena de julho, portanto, um ano antes das convenções partidárias, e o agrupamento do governador Belivaldo Chagas (PSD) continua com cinco nomes cogitados para disputar o governo e a oposição com um único nome.

Entre os aliados do governador, continua o sentimento que somente três pode ter o apoio da maioria para ser o candidato governista: o deputado federal Fábio Mitidieri (PSD), o prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) e o conselheiro Ulices Andrade.

Não haverá consenso em torno dos nome do senador Rogério Carvalho (PT) por conta do partido ter deixado o agrupamento nas eleições 2020 para lançar candidato próprio a prefeito de Aracaju contra Edvaldo Nogueira, que disputava a reeleição. Assim como do deputado federal Laércio Oliveira (PP), por representar empresários e ter um desgaste com relação a reforma trabalhista que levantou bandeira.

Nem Fábio Mitidieri, nem Edvaldo Nogueira nem Ulices Andrade serão candidatos sem o consenso do agrupamento. Entre os três, o nome que o governador bater o martelo será o candidato, sem qualquer ameaça de rompimento.

Na oposição, continua como único candidato até o momento o senador Alessandro Vieira (Cidadania). Apesar de vir fazendo um bom mandato em Brasília e tendo uma grande atuação na CPI da Covid, reconhecida nacionalmente, o parlamentar não terá uma eleição fácil em 2022 como foi em 2018.

Alessandro enfrenta um desgaste político por fazer oposição ao governo Jair Bolsonaro, passando, portanto, a não ter mais o apoio dos bolsonaristas.  Também não conta mais com o apoio da sua corporação, por não levantar a bandeira da polícia, hoje engajada no movimento Polícia Unida, que luta pelo adicional de periculosidade.

Ainda tem que ache que a sua atuação parlamentar é só holofotes para ele, uma vez que não traz recursos para Sergipe. O delegado senador não terá uma eleição fácil em 2022.

Trocando em miúdos a maior oposição ao candidato governista estará no próprio agrupamento do governo.

E isso está sendo bem comentado nas rodas políticas…

…………….

Vacinas 1

O governador Belivaldo Chagas (PSD) participou, nesta terça-feira (13), de uma videoconferência entre o Fórum Nacional de Governadores e o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. Na pauta, temas como a antecipação da 2ª dose das vacinas Pfizer e AstraZeneca, de 90 para 60 dias, e calendário semanal de entrega das doses pelo Ministério da Saúde até outubro.

Vacinas 2

Segundo Belivaldo, a antecipação das vacinas Pfizer e AstraZeneca vai evitar criar disputas entre os estados. Informa que a antecipação já está sendo adotada nos Estados Unidos e na Europa, e será feita uma consulta ao Programa Nacional de Imunizações (PNI) para que seja utilizado em todos os estados. Ressalta que o calendário de doses da vacina é importante para que possam organizar um cronograma próprio estadual, diminuindo a ansiedade que todos pela vacina.

Vacinas 3

Revela que a vacinação de menores de 18 anos também será levada e discutida pelos representantes da Saúde dos estados, municípios e Ministério na próxima reunião do PNI, que vai acontecer ainda nesta semana. Assim como se as doses da Sputnik V, que tem previsão de chegada ao país neste mês, vão integrar o PNI. “Neste caso, o Governo Federal adquiriria as doses e as distribuiria proporcionalmente entre todos os estados”, afirma.

 

Volta as aulas

Enfatiza Belivaldo que o Governo Federal também ficou encarregado de enviar uma nota técnica para todos os estados com recomendações e protocolos para o retorno das aulas presenciais no país inteiro já a partir de agosto.

 

Busca de apoio

O governador de São Paulo, João Dória (PSDB), entrou em contato com o presidente estadual do PSDB, o ex-senador Eduardo Amorim, pedindo apoio para sua candidatura a presidente da República em 2022.  Quer o apoio nas prévias internas do partido e marcar uma reunião presencial para ampliar as conversas sobre as eleições do próximo ano.

 

Ponto de vista

Alguns partidos, a exemplo do Patriota, não desejam a filiação de Jair Bolsonaro (sem partido). O deputado estadual Rodrigo Valadares (PTB) avalia que o caminho mais seguro hoje para filiação do presidente é o PTB. “Conseguimos alinhar o partido no Brasil inteiro, mesmo com muito desgaste interno. Hoje o partido está 100% pronto”

PP

Ressalta Rodrigo, que é bolsonarista de carteirinha, que o PP do deputado federal Laércio Oliveira, também citado como provável filiação de Bolsonaro, pode ter resistência da bancada do Nordeste.  Laércio é favorável a filiação do presidente no seu partido.

 

Continua o impasse 1

O Patriota, da vereadora de Aracaju Emília Correa, não é simpático a filiação de Bolsonaro na legenda. Tanto é que a nível nacional o partido está tentando, inclusive, a desfiliação imposta de cima para baixo do senador Flávio Bolsonaro, o primogênito do presidente.

 

Continua o impasse 2

O Cartório do Primeiro Ofício de Notas do Distrito Federal emitiu, no dia 10 deste mês, uma nota devolutiva cobrando que o presidente do Patriota, Adilson Barroso, prove e esclareça que a convenção realizada pelo partido em 31 de maio, para decidir a respeito da filiação de Flávio Bolsonaro, ocorreu de forma regular e democrática. Quer saber se teve quórum qualificado entre os membros da sigla para alterar o estatuto e aceitar a filiação do filho do presidente.

Continua o impasse 3

Caso a legenda não consiga esclarecer que tudo ocorreu com aprovação da maioria dos parlamentares com direito ao voto – e que foram eleitos para mandatos até 2022 –, uma nova convenção precisará ser convocada.

 

Na CPI da Covid 1

O senador Rogério Carvalho (PT) criticou nesta terça-feira a postura do ministro da Defesa, Braga Netto, por ter ameaçado, por meio de nota, o Senado e os Trabalhos da CPI da Covid. Para o parlamentar, o ministro, enquanto na Casa Civil, tem coisas a esconder e por isso resolve ameaçar senadores.

 

Na CPI da Covid 2

“No dia que o Congresso e qualquer parlamentar se acovardar a gente começa a desmoronar a nossa frágil Democracia. Pedimos agora que a CPI da Covid peça todas as comunicações de Braga Netto com o Ministério da Saúde nas negociações de compras de vacinas, enquanto ele ocupou a Casa Civil”, declarou Rogério na CPI.

 

Privatização

Do deputado federal Fábio Mitidieri (PSD) sobre privatização dos Correios: “Tenho muitas críticas aos Correios. Empresa ineficaz, serviço de péssima qualidade e caro. Por vezes me questionei sobre esse tema. Hoje, tenho pra mim que o melhor caminho não é privatizar e sim um choque de gestão. Pra ser justo, nos vimos um pouco disso no governo Temer”.

 

Audiência pública 1

Nesta quarta-feira (14), o Ministério Público Federal e a Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Sergipe, vão realizar audiência pública sobre a importância da implementação do Comitê e do Mecanismo Estadual de Prevenção e Combate à Tortura. As dificuldades observadas para a efetiva implantação dos órgãos também estão na pauta da audiência.

 

Audiência pública 2

O evento vai ocorrer por meio da plataforma Zoom, com transmissão no canal do Youtube do MPF/SE, das 15h às 18h30. Para participar da sala na plataforma Zoom, os interessados devem solicitar inscrição por e-mail ([email protected]), informando o nome completo, CPF, e-mail e número de telefone Whatsapp. Os organizadores vão encaminhar o link de acesso à sala virtual para o e-mail informado na inscrição.

 

Supersalários

A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça o Projeto de Lei 6726/16, do Senado, que lista quais tipos de pagamentos podem ficar de fora do teto do funcionalismo público. O texto aplica-se a servidores civis e militares, magistratura e detentores de mandato. Devido às mudanças, a matéria retorna para nova votação dos senadores.

 

Veja essa…

O presidente estadual de um partido em Sergipe convidou individualmente, pelo whatsApp, alguns filiados para reunião nesta terça-feira que discutiria a filiação de uma liderança de Sergipe. Isso causou indignação, que levou a não realização da reunião.

 

CURTAS

 

A coluna tem informações de que a delegada Danielle Garcia (Cidadania) intensificou as conversas para filiação ao Podemos. E ainda não definiu se em 2022 concorrerá a Câmara dos Deputados ou ao Senado.

 

Segundo a fonte, deputados do Cidadania podem acompanhar Danielle na filiação ao Podemos.

O ex-secretário de Saúde de Aracaju, o médico André Sotero, se filiou ao Cidadania. Deve ser um dos candidatos do partido a deputado estadual em 2022.

 

Filiados ao Republicanos, principalmente candidatos a vereador em Aracaju, não estão digerindo a nomeação da filha do ex-deputado federal Heleno Silva com um CC na Prefeitura de Aracaju.

O Manhattan Connection desta quarta-feira (13) conversa com o senador Alessandro Vieira (Cidadania), a ativista e empreendedora Gisele Fetterman e o jornalista, escritor e analista internacional Roberto Simon. Com apresentação de Caio Mendes e Lucas Blinder, vai ao ar inédito, às 22h, na TV Cultura.

Na manhã desta terça-feira, o presidente do TRE-SE, desembargador  Roberto Porto, empossou o advogado Cristiano César Braga de Aragão Cabral como membro substituto da tribunal, na classe jurista.

 

Nesta terça-feira o prefeito de Rosário do Catete, César Resende (PDT), 53 anos, recebeu alta hospitalar após 73 dias de internação em um hospital de Aracaju em decorrência das complicações provocadas pela Covid-19, que o levou a vários dias na UTI.  Na saída, foi recepcionado por familiares, amigos; o vice-prefeito Magno Monteiro, que responde interinamente pelo comando do município de 12 de maio; vereadores e secretários municipais.

O prefeito de Maruim, Gilberto Maynart (PT), foi mais um prefeito que passou 68 dias internado com complicações decorrentes da Covid-19. O petista já reassumiu o comando do município há cerca de 30 dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *