Tentativas de apoio

Coluna Rita Oliveira – 7 de julho

 

No campo da base aliada do governador Belivaldo Chagas (PSD), dos cinco nomes cogitados para disputar o governo, quem mais está se movimentando é o deputado federal Fábio Mitidieri (PSD) e o senador Rogério Carvalho. Os dois querem ser o candidato de consenso do agrupamento.

Entre as tentativas de Fábio de fortalecer sua candidatura, está a de atrair para o seu lado o conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Ulices Andrade, que também tem seu nome citado como pretenso candidato a governador. Para isso, propõe apoio ao filho do conselheiro, o deputado estadual Jeferson Andrade (PSD), para que dispute mandato de deputado federal em 2022.

Isso faria com que Ulices retardasse a sua pretensão em querer disputar o governo no próximo ano, até porque ainda faltam nove anos para sua aposentadoria do TCE.

Já Rogério tenta ser o candidato do agrupamento do governo, por intermédio do ex-presidente Lula.  Sabendo da rejeição de lideranças governistas em apoiar um candidato do PT a governador – em razão do partido ter se desgarrado do grupo em 2020, na eleição para prefeito de Aracaju, quando lançou Márcio Macedo candidato – o senador petista fez chegar a Belivaldo um recado de Lula de que gostaria que disputasse o Senado em 2022 com o seu apoio.

Como Belivaldo já declarou que não será candidato a nada em 2022, reafirmando isso nesta terça-feira, cai por terra a chance de Rogério ser o candidato majoritário do agrupamento governista.

 Enquanto Fábio Mitidieri deseja que o bloco acate o nome do ex-deputado federal André Moura (PSC) para ser o candidato a senador na sua chapa, Rogério Carvalho também terá novas conversas para o Senado com o descarte de Belivaldo.

 Deverá estar na lista conversas com o ex-senador Eduardo Amorim (PSDB), o ex-prefeito de Itabaiana Valmir de Francisquinho (PL), a delegada Danielle Garcia que pode deixar o Cidadania, o ex-candidato a senador Henri Clay (Psol) e, inclusive, André Moura.

Pela oposição, o senador Alessandro Vieira (Cidadania) segue firme com a predisposição de disputar o governo em 2022.  É o único, até o momento, a manifestar essa intenção no campo oposicionista. Está embalado com a sua boa atuação na CPI da Covid.

Trocando em miúdos, o cenário político na base governista está hoje mais favorável a Fábio Mitidieri. Mas ainda tem muita água para rolar por debaixo da ponte…

…………………………….

 

Exclusão do PT 1

Nesta terça-feira (06), o governador Belivaldo Chagas (PSD) deu duas demonstrações de que não apoiará o candidato do PT, Rogério Carvalho, ao governo em 2022, e que o ex-deputado federal André Moura (PSC) já está no seu agrupamento. A primeira foi quando declarou que recebeu um intermediário do ex-presidente Lula oferecendo a vaga para concorrer ao Senado e o seu apoio, mas que terminará o mandato sem nenhum tipo de imposição e quem tiver pressa pode lançar candidatura.

Exclusão do PT 2

A segunda demonstração foi quando anunciou, na noite desta terça-feira, a nomeação do ex-deputado estadual Zeca da Silva (PSC) como novo secretário-executivo da Secretaria de Estado Geral de Governo (Segg), no lugar de Ademário Alves. Zeca é vinculado politicamente a André Moura, tendo sido, inclusive, um dos coordenadores de sua campanha ao Senado em 2018.

 

Exclusão do PT 3

Como se não bastasse, o Diário Oficial do Estado do dia 02 de julho publica a exoneração do petista Silvio Santos, ex-presidente do PT, de cargo em comissão na vice-governadoria. O caldo está engrossando.

 

Ponto de vista 1

O presidente estadual do DEM, ex-deputado federal José Carlos Machado, acredita que as discussões sobre as eleições 2022 vão acelerar a partir do momento que for batido o martelo sobre o candidato a governador do agrupamento governista. “Vão ter necessariamente que acelerar com essa definição”, avalia, enfatizando não ter dúvidas da candidatura do senador Alessandro Vieira (Cidadania).

 

Ponto de vista 2

Para Machado, o agrupamento de Alessandro é o que se dispõe a fazer oposição ao governo Belivaldo Chagas. “Pessoas de Brasília informam que nos corredores do Senado o que se comenta é que entre todos os membros da CPI da Covid ele é o mais competente. Tem experiência, não perde a cabeça, não se exalta. Faz um bom trabalho no Senado, mas e aqui?”, questiona.

 

Aberto

Do democrata ao ser questionado se a sigla comporia com o candidato governista: “O DEM está aberto para conversar com todos os segmentos da política, não tem problema de conversar com ninguém. O DEM só nunca se aliou com o PT para governador”, declarou, enfatizando que as decisões do partido – após discussão –  passarão pela senadora Maria do Carmo, por ser a única que detém mandato.

 

CPI da Rachadinha 1

O senador Alessandro Vieira (Cidadania) afirmou nesta terça-feira que já tem dez das 27 assinaturas necessárias para a abertura da CPI da Rachadinha, que visa investigar denúncias de suposto “confisco” de salários de funcionários do gabinete de Jair Bolsonaro (sem partido) durante seu mandato de deputado federal, entre 1991 e 2018.

 

CPI da Rachadinha 2

Alessandro acredita que vai conseguir o número de assinaturas necessárias até o fim da semana.  Afirma que conta com o apoio do bloco independente e de oposição no Senado, e que vai atrás de coletar assinaturas de colegas que defendem a “bandeira anticorrupção”.

 

CPI da Rachadinha 3

Para o senador Rogério Carvalho (PT-SE), que como Alessandro é também membro da CPI da Covid, ainda não é o momento para se instalar a CPI da Rachadinha. Avalia que o foco deve permanecer na CPI da Covid, que há cerca de três meses investiga ações e omissões do governo federal no combate à pandemia no Brasil.

 

CPI da Rachadinha 4

“CPI é sempre importante, a gente pode aprofundar a investigação sobre várias matérias. Eu acho que mais uma CPI, e uma CPI com essa finalidade [investigar a rachadinha], pode cumprir um papel importante. Eu só acho que ela precisa esperar um pouco para não competir com a CPI da Covid”, avalia Rogério.

 

Audiência pública

O Ministério Público Federal (MPF) e a Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Sergipe (OAB/SE) vão realizar audiência pública sobre a importância da implementação do Comitê e do Mecanismo Estadual de Prevenção e Combate à Tortura, criado pela Lei Estadual nº. 8.135, de 13 de julho de 2016.  Será no próximo dia 14 de julho, das 15h às 18h30, por  meio da plataforma Zoom, com transmissão no canal do Youtube do MPF/SE.

 

Veja essa…

Do senador Alessandro Vieira (Cidadania) sobre depoimento na CPI da Covid, nesta terça-feira, da servidora  do Ministério da Saúde Regina Célia, que autorizou contrato da Covaxin: “Depois de descobrir que a compra de vacinas ficou aparentemente na mão de uma mistura entre estelionatários, corruptos, ignorantes e malucos, hoje encontramos uma fiscal de contrato que acha normal não fiscalizar nada. Não é um governo, é um roteiro de tragicomédia. Triste demais”.

 

CURTAS

O deputado federal Fábio Reis (MDB) visitou na manhã desta terça o prefeito de Salgado, Givanildo Costa (PT).  Discutiu projetos e a liberação de recursos para diversas áreas da administração municipal.

A Assembleia Legislativa vai apresentar o Plano de Desenvolvimento Estadual Sustentável de Sergipe (PDES) 2020-2030, nesta quarta-feira, em Sessão Especial Remota, a partir das 15 horas, com transmissão pela TV Alese canal 5.2 (tv aberta). O PDES faz parte das comemorações do Legislativo para os 200 anos do estado e foi construído em parceria com a Fundação Dom Cabral.

Nesta quarta-feira, a Câmara Municipal de Aracaju vai apreciar, em primeira discussão, a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2022.  Segundo o presidente Nitinho (PSD), no dia 14, será apreciada em 2ª e 3ª discussões e Redação Final.  

A vereadora Sheyla Galba (Cidadania) solicitou, nesta terça, em discurso na Câmara de Aracaju, que a Secretaria Municipal de Saúde amplie os pontos de vacinação contra a Covid-19 na capital. O pedido da parlamentar vem após o registro de longas filas e aglomerações em locais de aplicação da vacina.

Foi instalado nesta terça-feira, na Câmara dos Deputados, o grupo de trabalho que vai emitir parecer sobre o PL 2630/20, do Senado, que institui a Lei Brasileira de Liberdade, Responsabilidade e Transparência na Internet, que é a lei de combate a fake news.

 

O governador Belivaldo Chagas (PSD) postou no seu instagram, na noite desta terça, uma foto ao lado do novo secretário-executivo da Secretaria de Estado Geral de Governo (Segg), Zeca da Silva. Está ao lado do secretário estadual da pasta, José Carlos Felizola.

Belivaldo diz ter a certeza que Zeca tem a “experiência e a capacidade necessária para ajudar o Governo do Estado neste momento a avançar ainda mais nas suas políticas públicas”. Avalia que a função designada a ele é “estratégica” para o governo.  É André Moura já no governo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *