Tendo o que comemorar

Coluna Rita Oliveira – 06 de julho

 

Apesar da continuidade da pandemia da Covid-19 o governador Belivaldo Chagas (PSD) tem alguns motivos para comemoração. Está baixando em Sergipe a quantidade de pessoas que está perdendo a vida diariamente para o vírus, foi zerada a fila de leitos públicos de UTI e a economia está voltando a aquecer com a flexibilização de medidas restritivas.

Como se não bastasse, na sexta-feira passada (02), o governo obteve a confirmação de que o Estado avançou no conceito C para o B na classificação de reconhecimento da Secretaria do Tesouro Nacional (STN).

Para Belivaldo, essa é uma conquista importante para o estado e marca uma nova etapa no financiamento dos investimentos que Sergipe precisa para seu desenvolvimento. “A nota B equivale a um selo de contas equilibradas que garante aos possíveis credores a responsabilidade fiscal do ente”, afirma.

Isso permitirá que o estado possa, a partir de agora, ter acesso a um maior volume de operações de crédito, nacionais e internacionais (com o BID ou Banco Mundial), com condições mais vantajosas, contando com a garantia da União. O que facilitará a chegada de mais investimentos para Sergipe.

No domingo, Belivaldo teve mais um motivo para comemorar. Levantamento “Promessas dos Governadores” o coloca como o 2º do Nordeste e o 7º do país por ter cumprido integralmente 37% dos compromissos feitos no período eleitoral nestes dois anos e meio de mandato, com 100% das ações para a área da Educação já concluídas. Ele ultrapassou a média nacional entre os estados que é de 25,8%.

Somado a isso, ainda tem o pagamento dos salários dos servidores dentro do mês, o 13º sem parcelamentos, recuperação de rodovias e novas obras de infraestrutura. E o não envolvimento em escândalos de corrupção.

Esses dados devem refletir positivamente nas eleições 2022, favorecendo eleitoralmente o candidato a governador do agrupamento que pode ser definido ainda este ano, lá para outubro, como deseja vários aliados a exemplo do deputado federal Fábio Mitidieri (PSD), que trabalha para consolidar seu nome como candidato governista; do presidente estadual do MDB, ex-deputado federal Sérgio Reis, e do ex-prefeito de Tobias Barreto, Diógenes Almeida (MDB).

O ex-governador Jackson Barreto (MDB) é um dos que acredita que no pleito de 2022 o candidato a governador do agrupamento será favorecido por essas ações do governo.

………………………………

Influenza

O governador Belivaldo Chagas (PSD) também comemorou nesta segunda-feira a divulgação do Ministério da Saúde de que Sergipe é o 2º estado do país que mais vacina contra a gripe influenza.
“Continuamos também entre os estados que mais vacinam contra a Covid-19  e não paramos de buscar mais doses para que o povo sergipano  possa voltar à normalidade o mais rápido possível”, afirmou.

Novas conversas

Chegou à coluna informações de que está sendo trabalhada a construção da chapa governista com Fábio Mitidieri (PSD) candidato a governador, tendo como vice o presidente da Assembleia Legislativa Luciano Bispo (MDB) como vice. O deputado estadual Jeferson Andrade (PSD), filho do conselheiro do TCE Ulices Andrade, disputaria mandato de deputado federal com o apoio de Mitidieri.  Com isso, Ulices, que tem seu nome cogitado para disputar o governo, continuaria conselheiro.

Repercussão nacional 1

O senador Alessandro Vieira (Cidadania) voltou a ser notícia nesta segunda-feira, na mídia nacional, por ter anunciado que protocolaria até o fim do dia um pedido para a instalação de uma CPI da Rachadinha no Senado.  A decisão foi tomada depois da divulgação de áudios pela jornalista Juliana Dal Piva, do UOL, que revelam que o presidente Bolsonaro participou diretamente de um esquema ilegal de rachadinha na época em que foi deputado, entre 1991 e 2018.

Repercussão nacional 2

Segundo o texto protocolado por Vieira, a comissão não tem como objetivo “responsabilizar” o presidente por atos que não digam respeito ao seu cargo atual, mas sim “apurar fatos de notável interesse público. “Trata-se, em verdade, de apuração de atos contrários ao dever de probidade, protagonizados quando do exercício do mandato de deputado Federal e que não podem ser solenemente ignorados após a veiculação de fatos sobejamente demonstrados por gravações a que se deu ampla publicidade”, justifica o senador

 

Repercussão nacional 3

Declarou Alessandro a CNN: “Rachadinha, como dizia meu amigo [senador] Major Olimpio, falecido pela covid-19, é coisa de ladrão. Os relatos que surgiram hoje através da matéria do UOL são muito graves, e precisam ser investigados para que se possa ter comprovação. Não é investigação de alta complexidade. Rapidamente você vai poder saber se é verdade que o então deputado federal Jair Bolsonaro, juntamente com seus filhos, também parlamentares, exerciam uma espécie de ‘holding’ da rachadinha.”

Quer convocar

O relator da CPI da Covid, senador Renan Calheiros (MDB-AL), quer convocar ex-cunhada de Bolsonaro à CPI.  Diz que é preciso saber se “houve espelhamento do caso das rachadinhas na gestão da pandemia por parte do governo federal”. Ressalta que a convocação da Andrea Valle “não é para incriminar, é para esclarecer”. 

Defesa

Em nota a imprensa, os advogados do senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) disseram que as gravações reveladas pela jornalista Juliana Dal Piva são “clandestinas” e foram feitas “sem autorização da Justiça”.

Voto impresso 1

Em sessão temática no Plenário do Senado realizada nesta segunda-feira  para debater ajustes na legislação eleitoral, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, alertou aos senadores sobre o risco de fraudes e judicialização da eleição de 2022 com a volta do voto impresso. Reforçou que nunca foi registrada qualquer fraude nas urnas eletrônicas desde a implantação do sistema eletrônico de votação há 25 anos.

Voto impresso 2

Conforme o texto em discussão na Câmara, a ideia é que as cédulas poderão ser conferidas pelo eleitor e deverão ser depositadas em urnas para fins de auditoria. Mas Barroso considera que a medida representa um risco ao processo eleitoral. “Se o candidato a presidente da República pedir recontagem, nós vamos ter 150 milhões de votos contados manualmente, aquelas mesas apuradoras que faziam o terror da vida brasileira antes das urnas eletrônicas. Vai criar dificuldade administrativa, oferece risco para o sigilo, risco grande de fraude e risco de judicialização, porque a contagem manual vai dar diferença em relação a contagem eletrônica. Até em caixa de banco ou caixa de empresa, no final do dia, você tem que fazer uma reconciliação”, disse Barroso.

Distritão 1

No Senado também foi discutido a proposta do “distritão”, que é um modelo em discussão na Câmara dos Deputados de substituir o sistema proporcional pelo majoritário, que considera apenas os nomes mais votados.  Senadores avaliaram que o “distritão” fragiliza os partidos.

Distritão 2

Hoje, os deputados são eleitos pelo sistema proporcional, em que as vagas são definidas de acordo com o número de votos para cada partido e o quociente eleitoral. No “distritão”, os deputados com o maior número de votos em cada estado ganham as cadeiras, sem levar em conta o total obtido pela legenda.

Distritão 3

Vários deputados federais de Sergipe são a favor do distritão, como Fábio Mitidieri (PSD), Fábio Reis (MDB) e Bosco Costa (PL). Avaliam que isso corrige a injustiça que há no sistema atual em que um candidato com menos votos é eleito enquanto outro mais votado é derrotado. Além de ser respeitada a vontade do eleitor.

No cardápio 1

Durante um café da manhã nesta segunda-feira foi abordado qual partido o ex-deputado federal André Moura concorrerá as eleições 2022. Foi questionado se permaneceria no PSC, se iria se filiar ao DEM para ter o apoio da senadora democrata Maria do Carmo Alves, se ingressaria no Republicanos ou se faria sua filiação ao PSL, que tem o comando da legenda em Sergipe.

No cardápio 2

Foi lembrado que se André for para o PSL, poderá ter que montar palanque para o provável presidenciável pelo partido, o apresentador da Band, Luiz Datena.

Visita

O ex-suplente de senador, o empresário Laurinho da Bomfim, recebeu nesta segunda-feira, em sua residência em Aracaju, a visita do desembargador federal William Douglas, que é um dos nomes cotados para assumir a vaga de ministro do STF. Depois foi anfitrião na visita do ministro e familiares a alguns pontos turísticos do Estado.  Laurinho não desistiu da política.

Incentivos fiscais

A senadora Maria do Carmo (DEM/SE) protocolou Projeto de Lei (PL 2.396/2021) que prioriza a destinação de recursos mobilizados por meio de incentivos fiscais para pesquisas direcionadas ao enfrentamento da pandemia de Covid-19 e à prevenção de epidemias, até dezembro de 2026.  O PL altera a Lei 11.196/2005, a chamada Lei do Bem que, que no entender da parlamentar, “é um grande contributo para a ciência e a inovação no Brasil”.

Veja essa…

Do senador Rogério Carvalho (PT): “Em meio aos roubos de dinheiro de funcionários públicos (rachadinha), escândalos de corrupção na compra de vacinas…a conta chegou e vai para o Bolso dos brasileiros. Governo Bolsonaro determina novos aumentos nos preços da gasolina, diesel e gás de cozinha!”.

CURTAS

O ex-presidente Lula está articulando encontros com líderes do Centrão, bloco partidário que compõe a base aliada de Bolsonaro no Congresso Nacional, durante a caravana programada pelo Nordeste neste mês de julho. O objetivo é costurar apoios regionais para a construção de uma frente ampla nas eleições de 2022.

Começará pela Bahia, Piauí e Piauí. A vinda de Lula a Sergipe deverá ocorrer em agosto. A agenda está sendo preparada pelo vice-presidente nacional do PT, ex-deputado federal Márcio Macedo.

Nesta terça-feira (6), a Câmara dos Deputados instala um grupo de trabalho sobre lei de combate a fake News. O grupo vai emitir parecer sobre o PL 2630/20, do Senado, que institui a Lei Brasileira de Liberdade, Responsabilidade e Transparência na Internet.

O grupo de trabalho pretende aprimorar a proposta, já aprovada pelos senadores, que cria medidas de combate à disseminação de conteúdo falso nas redes sociais e nos serviços de mensagem privada.

O ex-governador Jackson Barreto (MDB) marcou presença na manifestação Fora Bolsonaro, realizada no sábado (03), em Aracaju, com saída da Praça da Bandeira com destino ao Terminal do Distrito Industrial. JB, que já disse que votará em Lula em 2022, estava ao lado dos companheiros da geração de 68, que lutaram contra a ditadura militar: Wellington Mangueira, Bosco Rolemberg, Clodoaldo e Chico Varela. O vice-presidente nacional do PT, Márcio Macedo, comemorou a presença do quinteto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *