O peso Lula

Coluna Rita Oliveira – 26 de maio

 

Na base governista o deputado federal Fábio Mitidieri (PSD) e o senador Rogério Carvalho (PT) são os que mais estão trabalhando para consolidar seus nomes para disputar o governo do Estado em 2022.

Os dois estão conversando com prefeitos e lideranças políticas em busca de apoio. E são considerados como “tratores” em um processo eleitoral.

Em conversa da coluna com um aliado do governo, o entendimento é que Rogério é o nome forte para disputar o governo por conta de Lula livre, que fará com que o PT venha a ter cerca de 30% dos votos em Aracaju e que aliados como o ex-governador Jackson Barreto (MDB) e o presidente estadual do PDT, deputado federal Fábio Henrique, venham a fazer a opção pelo petista na hora de discutir o nome do agrupamento com o governador Belivaldo Chagas (PSD).

Avalia que Jackson, que é “apaixonado” politicamente pelo ex-presidente Lula e não “morre de amores” por Fábio Mitidieri, não hesitará em fazer a opção pelo apoio a Rogério, apesar da militância petista não ser muito simpática a ele. E que Fábio Henrique, que tem o irmão Adilson Júnior no gabinete do senador com uma boa remuneração, também não pensará duas vezes em querer apoiá-lo.

Segundo o aliado, o nome forte do agrupamento governista para enfrentar Rogério – caso ocorra barreiras pelo fato do PT ter se desgarrado do bloco nas eleições em Aracaju, com Márcio Macedo sendo candidato e fazendo críticas à gestão estadual e municipal – é o do prefeito Edvaldo Nogueira (PDT). Pelo fato dele ter um perfil de bom gestor e ser prefeito da capital, sendo conhecido na grande Aracaju, que tem 60% do eleitorado do estado.

No seu entendimento, como Edvaldo não deve querer deixar a Prefeitura de Aracaju dois anos antes do fim do mandato e ainda para confrontar com um candidato do ex-presidente Lula, é muito provável que o próprio Fábio Mitidieri abra mão de disputar o governo e vá para o Senado. Até pelo fato do seu primo Jorge Mitidieri ser o suplente de senador de Rogério e assumir mandato de 4 anos no caso do petista ser eleito governador.

Trocando em miúdos, é o ex-presidente Lula, que lidera as pesquisas de intenções de voto para o Planalto em 2022, que pode unir o agrupamento de Belivaldo em torno do nome de Rogério Carvalho.

Agora é aguardar setembro chegar, por ser o mês estabelecido pelo governador Belivaldo Chagas para se discutir o processo eleitoral 2022…

………………..

Desistência

Segundo o aliado do governador Belivaldo Chagas (PSD) duas pessoas muito próximas ao conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Ulices Andrade, confidenciaram que ele já desistiu de disputar o governo em 2022 por não querer arriscar perder a eleição e o cargo vitalício. Isso porque a vontade dos aliados é que o nome do candidato a governador do agrupamento seja definido em setembro e Ulices só ter a disposição de definir candidatura e renúncia do cargo de conselheiro somente no próximo ano.

O que pensa

Revela que Ulices Andrade seria o candidato a governador da preferência do ex-governador Jackson Barreto. Mas como não deve ser candidato, a tendência é JB votar pelo apoio do agrupamento governista ao senador Rogério Carvalho por conta de Lula e por já ter declarado que gostaria de em 2022 ser candidato a deputado federal ao lado do ex-presidente.

Será?

À coluna chegou informações de que pessoas próximas do prefeito Edvaldo Nogueira teriam dito a amigos que ele não deixará a Prefeitura de Aracaju para concorrer ao governo. “É ficção científica dizer que Edvaldo será candidato a governador em 2022. Ele não saí”, teria dito uma delas.

Na articulação

O ex-deputado estadual Robson Viana, dirigente do PROS, está à frente da pré-campanha de Rogério Carvalho a governador na capital sergipana. Em 2020, o seu partido já ficou com o PT ao apoiar a candidatura do ex-deputado federal Márcio Macedo a prefeito de Aracaju.

Na lista 1

A CPI da Pandemia vota nesta quarta-feira, 26, requerimento do senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) convocando todos os governadores e prefeitos de capitais onde ocorreram operações da Polícia Federal e Ministério Público Federal sobre contratações emergenciais para montagem do Hospital de Campanha. Além do prefeito Edvaldo Nogueira, com a Operação Serôdio, estão na lista os de Fortaleza (Operação Dispnéia), Macapá (Operação Fiel da Balança), Recife (Operação Casa de Papel), Rio Branco (Operação Assepsia), São Luis (Operação Cobiça Fatal) e São Paulo Operação (Nudus).

Na lista 2

Na lista dos governadores que podem ser convocados, Belivaldo Chagas ficou de fora por não ter tido nenhuma investigação federal. Estão os governadores do Amapá (Operação Vírus Infectio), Amazonas (Sangria), Distrito Federal (Falso Negativo), Pará  (Para Bellum), Rio de Janeiro (Placebo), Rio Grande do Sul (Camilo), Rondônia (Ductil), Roraima (Desvid-19), Santa Catarina (Pleumon) e Tocantins (Personale)

Ponto de vista

Para o senador Alessandro, com a apresentação dos requerimentos de convocação de prefeitos e governadores começará a segunda fase da CPI. “Ainda temos muito trabalho. Vamos buscar toda a verdade. Quem não deve não teme”, afirmou o parlamentar, que nesta terça-feira apareceu no Jornal Nacional.

Capitã Cloroquina 1

De Alessandro sobre depoimento da secretária de Gestão do Trabalho e da Educação do Ministério da Saúde, Mayra Pinheiro,  nesta terça-feira, na CPI da Pandemia: “Dra Mayra opta por ignorar os fatos e seguir desinformando o cidadão brasileiro. Difícil entender a motivação desta conduta que parece ser um padrão na equipe do governo. A sensação é de que estão proibidos de reconhecer erros e corrigir condutas. Já são mais de 450 mil mortos”.

Capitã Cloroquina 2

Na CPI, o senador Rogério Carvalho (PT) exibiu vídeos que indicam que a Dra Mayra, denominada de Capitã Cloroquina, mentiu ao dizer que não visitou unidades de saúde em Manaus, que não prescreveu o kit Covid e que não trabalhou pela tese da imunidade de rebanho.

Artilharia pesada 1

Nesta terça-feira, 25, na sessão mista da Assembleia Legislativa, o deputado estadual Francisco Gualberto (PT) respondeu à um vídeo gravado pelo advogado Evaldo Campos, disparado nas redes sociais, o atacando por ter discordado de uma moção de aplauso em favor do empresário Luciano Hang, dono da Havan. “Um vídeo vil e covarde. Procuro entender o que levou o advogado a gravar tal vídeo. Começo a pensar que pode ser porque Evaldo Campos já foi um advogado de sucesso, mas hoje não é mais, infelizmente. Mas é preciso que a gente se conforme com o funcionamento da vida. Tudo passa. Mas, quem sabe, ele está em busca de um novo cliente! Porque, afinal de contas, estamos falando de alguém que sonega impostos (Hang), segundo a imprensa. E essa poderia ser uma das razões do vídeo me atacando”, argumentou.

Artilharia pesada 2

O deputado lembrou que não participou da sessão em que ocorreu a votação da moção, mas que se estivesse presente votaria contrário por entender que Luciano da Havan participa das ações que pedem o fechamento do Congresso Nacional, do Supremo Tribunal Federal, e ainda pede de volta a implantação da ditadura militar no Brasil. “Logicamente, pede o fechamento dessa Casa parlamentar e todas as demais do país, porque ditadura militar não aceita parlamentos democráticos atuando”, disse.

Artilharia pesada 3

Para Gualberto, há muito subterfúgio na posição do advogado. “Ele não tem coragem de assumir que hoje é um defensor da anti-vida, um negacionista, um bolsonarista. Evaldo também cometeu o crime do preconceito, que sempre vem acompanhado do crime de ódio.  No vídeo faz referências preconceituosas à minha estatura física. Uma preferência clara por outro tipo de porte humano: alto, forte, musculoso, e eu não tenho nada a ver com isso.  Aliás, é um preconceito contra muitos nordestinos, pois grande parte da população é composta por homens e mulheres de baixa ou média estatura física. E me parece que o advogado Evaldo Campos não tem 2,20m. Ele nunca conseguiu jogar basquete, e devia pensar bem antes de praticar esse crime de ódio e discriminação”, aconselha.

Artilharia pesada 4

Gualberto também lembra que há pouco tempo o advogado chegou a dizer que todos os deputados da Alese são bandidos. “Hoje ele vive num período de frustração muito grande. Sempre quis notoriedade, e no máximo chegou a ser vereador de Aracaju. Mas ele próprio disse que tinha vergonha do seu mandato. Então, a dubiedade, a falta de coragem de assumir posições, e aquele floreio nas palavras de um falso intelectual, levaram ele a não ter sucesso”, analisou.

Artilharia pesada 5

O petista finalizou mandando um recado direto ao advogado. “Não seja tão vil, se aproveitando desse campo aberto das redes sociais para cuspir salivas, atacando um operário, nordestino, com estatura de 1,58m, mas que conseguiu muito respeito de muitos sergipanos sem precisar do senhor, que sempre foi um homem dúbio, pois falava de poesia para mascarar o crime que defendia”.

Reforma administrativa

Por 39 votos favoráveis e 26 contrários, a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara aprovou nesta terça-feira a admissibilidade da PEC 32/2020, que prevê uma reforma administrativa. Agora, a PEC será analisada por uma comissão especial, dedicada a debater questões de mérito do texto. O deputado federal Fábio Henrique (PDT), único parlamentar de Sergipe que é membro da comissão, votou não a reforma administrativa, que acaba com a estabilidade do servidor público.

Veja essa…

A capitã Cloroquina Mayra Pinheiro foi quem organizou as vaias para os médicos cubanos do Mais Médicos,  que estão fazendo falta nesta pandemia. Chegou a mandar os cubanos ‘voltarem à senzala’. Só Jesus na causa!

CURTAS

O governador Belivaldo Chagas anunciou oficialmente a convocação de 370 aprovados excedentes no concurso em vigor da Polícia Militar de Sergipe, 150 para a Polícia Penal, 13 para Delegados da Polícia Civil, 12 para Gestor Público e 10 para Oficial do Corpo de Bombeiros Militar.

Revela que na PM-SE, serão chamados para o curso de formação 340 excedentes para o cargo de soldado e 30 para o de oficiais, atendendo a uma necessidade da instituição. “Após a graduação deste grupo de praças, no próximo ano, deveremos convocar o restante dos aprovados para a próxima turma”.

Enfatiza que para a Polícia Penal,  cujo governo teve a honra de elaborar a proposta que a criou oficialmente em Sergipe, enviará projeto de lei para a criação de 150 vagas para guarda de Segurança, que trabalharão no aprimoramento do nosso sistema penitenciário e melhoria dos serviços.

Finaliza Belivaldo dizendo que também serão chamados 13 delegados da PC-SE para reforçar o policiamento no Interior; 10 oficiais do CBM-SE para recompor nossos quadros e 12 gestores públicos, para melhorar ainda mais o planejamento e a administração pública do estado.

Na manhã desta terça-feira, o prefeito Edvaldo Nogueira efetivou o secretário municipal de Juventude e Esporte, Sérgio Thiessen, no cargo. Indicado pelo PSD, partido liderado em Aracaju pelo deputado federal Fábio Mitidieri. Thiessen comanda a Sejesp desde o início do ano passado.

“Definido o Planejamento Estratégico da nossa gestão, a partir do qual atuaremos nos próximos anos, decidi pela efetivação de Sérgio, um secretário muito competente e que está bem integrado ao nosso projeto”, afirmou o prefeito, que recebeu, em seu gabinete, Fábio Mitidieri e Sérgio Thiessen nesta terça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *