Fiscalização verifica menor fluxo de pessoas nas praias de Aracaju, neste domingo, 25

Em continuidade aos trabalhos de fiscalização nas praias da capital, equipes integradas da Prefeitura de Aracaju percorreram toda a faixa de areia da cidade, neste domingo, 25, com o objetivo de verificar in loco se as medidas restritivas determinadas pelo decreto n° 6.437/2021 estão sendo cumpridas.

Fazem parte das ações os órgãos coordenados pela Secretaria Municipal da Defesa Social e Cidadania (Semdec) – Defesa Civil de Aracaju, Guarda Municipal de Aracaju (GMA), Programa Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon Aracaju) e Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) – que, durante todo o dia estarão focados na ronda instrutiva pelas praias, bem como na fiscalização de estabelecimentos, além da averiguação do toque de recolher.

Pelo decreto, estão mantidas as medidas restritivas, como o toque de recolher, das 22h às 5h, e o fechamento de praias e parques aos sábados e domingos, além da vedação do funcionamento dos serviços não-essenciais no fim de semana e o escalonamento no funcionamento das atividades econômicas durante a semana.

Conforme ressaltou o coordenador da Defesa Civil de Aracaju, major Silvio Prado, no sábado, 24, por conta da chuva, o fluxo de pessoas estava bem baixo, nas praias. Neste domingo, com o tempo mais aberto, também foram vistas poucas pessoas na região praiana. “O que nos deixou mais tranquilos porque é uma demonstração de que a população está mais consciente. No entanto, nosso objetivo é conscientizar ainda mais e lembrar que a pandemia não acabou e é preciso a junção de forças entre poder público e população para que consigamos obter melhores resultados, ou seja, poupar mais vidas”, destaca o major.

Além da fiscalização nas praias durante a manhã e a tarde, as equipes também estão verificando o cumprimento das medidas no turno da noite, tanto os estabelecimentos comerciais como também a obediência ao toque de recolher.

“É uma força-tarefa que tem como objetivo preservar vidas. Há mais de um mês estamos focados na realização desse trabalho, mas o nosso intuito é, sobretudo, orientar a população a respeito do momento preocupante que ainda estamos vivendo. Portanto, à noite, junto à Vigilância Sanitária, damos apoio durante as fiscalizações nos estabelecimentos e, outras equipes, distribuídas pela cidade, fazem a ronda do toque de recolher, sempre com o foco na orientação”, reforça o diretor-geral da GMA, subinspetor Fernando Mendonça.

No caso dos estabelecimentos, aqueles que forem flagrados descumprindo o decreto serão responsabilizados na seara administrativa, com a possibilidade de aplicação da multa pecuniária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *