Aracaju completa sete dias sem homicídios dolosos

Aracaju contabilizou sete dias sem o registro de homicídios dolosos. O último crime ocorreu no dia 31 de março, no bairro Industrial, na Zona Norte da capital. A vítima, André Luiz da Silva Souza, estava em um bar com o sobrinho e o padrasto, quando homens armados, em um veículo, chegaram ao local e fizeram disparos de arma de fogo, levando-o a óbito. A redução do número de homicídios é fruto do trabalho integrado entre as Polícias Civil e Militar, junto à Coordenadoria Geral de Perícias (Cogerp).

O marco positivo foi verificado pela Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal (CEACrim) e demonstra o resultado da atuação conjunta entre as forças de segurança pública de Sergipe, conforme ressaltou o secretário João Eloy de Menezes. “Sem dúvida nenhuma, é um importante marco para a nossa capital. As Polícias Civil e Militar, junto à Cogerp, estão atuando, diuturnamente, no combate à criminalidade. As prisões por tráfico de drogas, roubos, furtos e posse ilegal de arma foram fundamentais”, ressaltou.

Além do trabalho conjunto das forças de segurança pública, a contribuição da população é essencial no combate à criminalidade. “Temos o Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (190) e o Disque-Denúncia (181). No momento de um flagrante ou de denúncias de práticas criminosas que estejam ocorrendo em alguma localidade, a população sempre pode prestar informações e as nossas equipes seguirão para garantir o direito à segurança de toda a população”, pontuou João Eloy.

Fonte: SSP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *