Prefeitura segue realizando a reorganização das feiras livres da capital

Em 2019, a Prefeitura de Aracaju, através da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), iniciou o processo de reorganização das feiras livres da capital. Atualmente, mesmo com as novas medidas adotadas em decorrência da pandemia do novo coronavírus, além das questões de segurança em saúde para evitar a proliferação da covid-19, a gestão municipal segue cumprindo a readequação nos espaços que estão liberados para funcionamento em todas as regiões da cidade.
Há dois processos distintos: o iniciado antes da pandemia, com a licitação das feiras livres, e o segundo, decorrente da pandemia na capital. Ambos os casos, no entanto, visam oferecer ao consumidor a garantia do cumprimento das normas sanitária, espaços mais confortáveis, produtos conservados da forma correta, além de segurança em todos os aspectos.
“O processo iniciado em 2019 foi referente, sobretudo, à comercialização de produtos de origem animal. A partir daí, preparamos uma licitação para concessão de serviço público, não contratamos uma empresa para montagem de feira. Assinamos os contratos de concessão e criamos um cronograma de instalação do novo formato das feiras, com os balcões frigoríficos”, explica o presidente da Emsurb, Luiz Roberto Dantas.
Antes mesmo do processo licitatório, iniciado em conformidade com iniciativa do Ministério Público Estadual (MPE/SE), a Prefeitura já vinha realizando um amplo trabalho de reorganização das feiras livres, com a substituição das bancas, dos toldos, exigência de lona de proteção nas bancas e mudanças de locais. Com a licitação, a empresa vencedora não só passou a responder pela organização das feiras, mas, também, pela adequação do comércio de carnes, laticínios e crustáceos dentro dos padrões sanitários.
“Criamos um cronograma também por conta da rede elétrica, já que algumas feiras têm necessidade de quase 100 balcões frigoríficos e a rede não sustenta, por isso, houve a necessidade de um reforço na rede das feiras. O primeiro espaço a receber o novo formato foi a feira do Batistão, no bairro São José, mas pouco depois de iniciarmos o processo, tendo realizado a mudança em outros espaços, veio a pandemia e tivemos que suspender, temporariamente, o processo”, esclarece Luiz Roberto.
Readequação durante a pandemia
Com a chegada do coronavírus em Aracaju, a Prefeitura teve que rever a organização das feiras para atender as medidas sanitárias relacionadas à covid-19. Assim, durante 20 dias, todas as feiras foram suspensas para que a gestão municipal pudesse planejar o funcionamento seguro dos espaços.
“Reduzimos o número de feiras, de 25 para 16. Regionalizamos essas feiras para atender a todas as regiões de Aracaju, com o intuito de garantir o abastecimento de todos os bairros. A partir daí, fomos dando continuidade à instalação dos balcões refrigerados nos espaços que estavam liberados para funcionar. Das 16, 12 já têm balcões refrigerados”, ressalta o presidente da Emsurb.
Com os processos de readequação, os consumidores são os principais beneficiados, como destaca Luiz Roberto. “As pessoas têm acesso a um produto com muito mais qualidade porque, a partir do momento que você refrigera os alimentos, na verdade, você está oferecendo ao consumidor, quem sustenta a feira, produtos com mais qualidade. Além disso, com os corredores mais largos, que atendem a esse distanciamento, mostramos que as feiras podem ter um formato diferente e que dá muito mais conforto ao consumidor, por poderem circular melhor. Um ambiente mais agradável e controlado. Também cercamos as feiras, criamos entradas e saídas com maior controle para o uso de máscaras, álcool em gel, contratamos recepcionistas para cada entrada de feira para conferir as medidas de segurança. Então, planejamos tudo com o devido cuidado para melhor atender e assegurar a população”, frisa o presidente da empresa.
Luiz Roberto salienta ainda que, agora, com a abertura gradual das atividades econômicas, a Prefeitura vai analisar as próximas medidas relacionadas às feiras livres da cidade e a retomada do cronograma inicial de readequação desses espaços.
Agência Aracaju de Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *