Consciência na ordem do dia

Coluna Rita Oliveira – 31 julho

 

Não foi nenhuma novidade o governador Belivaldo Chagas (PSD) ter anunciado ontem (30) a reabertura do comércio em Sergipe, inclusive os segmentos que tinham sido fechados pela Justiça Federal, como salão de beleza e barbearia. Isso porque há uma estabilidade da pandemia do novo coronavírus no estado, foram abertos novos leitos de UTI, já se caminha para cinco meses de quarentena e a grande maioria dos estados retomou a economia.

O grande dilema do governador e dos membros do Comitê Gestor de Emergência (CGE) e do Comitê Gestor de Retomada Econômica (Cogere) é com relação a reabertura dos shoppings. O próprio governador entende que não tem como justificar que lojas de calçados e roupas, por exemplo, reabram normalmente na área do comércio a partir desta sexta-feira (31), quando as que estão instaladas nos shoppings não possam reabrir suas portas.

Como não houve consenso na reunião dos comitês sobre o funcionamento  dos shoppings já a partir de hoje, como já ocorre em vários estados, foi estabelecido que esse assunto voltará a ser discutido na próxima reunião do Cogere, na terça-feira (04) da semana que vem.  Vão ser melhor avaliadas as propostas sanitárias apresentadas ao Governo pelos dirigentes de shoppings na última segunda-feira (27).

A retomada da economia é realmente temerosa pela realidade de que cada dia surgem novos óbitos e casos de pessoas infectadas pelo vírus mortal e invisível. E não haver ainda uma vacina para a imunização do novo coronavírus.

Em Sergipe mesmo, até ontem, segundo boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde, tinham 57.684 pessoas confirmadas com o vírus e 1.408 que perderam suas vidas. No Brasil, segundo dados do Ministério da Saúde, o número de óbitos no país passou dos 91 mil e o de infectados chegou a 2,6 milhões.

Como as vacinas estão ainda em fase de teste é preciso agora, com a abertura do comércio, que os donos de estabelecimentos comerciais sigam as normas sanitárias para evitar a propagação da Covid-19, assim como a população.

A não disseminação da Covid-19 até a chegada da vacina vai depender mais agora dos cuidados e consciência de cada um de nós. E como sabemos que nem todos têm essa consciência, muitos por ignorância, a Assembleia Legislativa precisa aprovar projeto de lei do governo que tramita na Casa desde março estabelecendo aplicação de multa para empresários que não seguirem as recomendações sanitárias e para quem não usar máscara.

A aplicação dessa multa, que vem sendo defendida pela coluna há muito tempo e já vem sendo cobrada em vários estados, salvará muitas vidas. Infelizmente quem não tem consciência de que esse vírus não é uma gripezinha, já que mata, que venha a usar máscara pelo bolso, ou seja, pelo dinheiro que terá de desembolsar pelo desrespeito a si e ao próximo.

Que os deputados estaduais não interpretem que a população e empresários não podem ser mais penalizados com pagamentos de multas nesse momento de pandemia. Se assim o fizerem não vão contribuir para salvar vidas!

………………………..

Continuarão fechados

Com as medidas anunciadas ontem pelo governador Belivaldo Chagas (PSD) com relação a retomada econômica vão permanecer fechados não só os shoppings, mas, também, as academias de ginástica, bares, restaurantes,  clubes, escolas e universidades. Os restaurantes continuarão funcionando somente pelo sistema de delivery.

Abertos  

Vão abrir os templos religiosos as terças, quintas, sábados e domingos com limite de 30% da capacidade, que antes era de 50% até a Justiça mandar fechar. Já o setor do comércio funcionará normalmente todos os dias e no seu horário normal.

Aumento da frota

Mediante a retomada econômica Belivaldo solicitou ao prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) que determine o aumento do quantitativo da frota de ônibus na capital, passando de 70% para 80% a partir da próxima segunda-feira (3), e que chegue a 100% após abertura dos shoppings.

Apelo

Pediu também ao presidente da Assembleia Legislativa, Luciano Bispo (MDB), que retome a discussão na Casa do projeto de lei do Poder Executivo que trata do pagamento de multa para quem não cumprir as determinações de combate a Covid-19. Disse que isso se faz necessário mediante a retomada da economia e da proteção a vida.

Menos mal

Belivaldo declarou que com a flexibilização da economia vai apertar na fiscalização, com o apoio da Assembleia Legislativa e compreensão dos deputados. Enfatizou que o Procon vai atuar forte na fiscalização e que pode recuar das novas medidas do Plano de Retomada da Economia se agravar o quadro de pandemia em Sergipe.

No DO

As novas medidas do governo estão publicadas no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira, através da resolução 03/2020, de 30 de julho, que dispõe sobre a retomada econômica.

Apostando na força

O Republicanos está conversando com o Cidadania e pleiteia a indicação do vice de Danielle Garcia por entender que é um partido que tem em seus quadros a família Bolsonaro –  os filhos do presidente e a ex-mulher Rogéria Bolsonaro, pré-candidata a vice do prefeito Crivella no Rio de Janeiro – sete militares e um policial civil pré-candidatos a vereador em Aracaju. Além de tempo de televisão, fundo partidário e apoio dos evangélicos.

Diálogo aberto

O nome do Republicanos para vice é o do ex-deputado federal Jony Marcos, que já foi vereador de Aracaju por três mandatos. Jony já teve uma conversa com o coordenador da campanha de Danielle, o empresário Milton Andrade (PL), e com a própria delegada por telefone. Vai ser marcada uma conversa presencial.

Na fila

O PL também quer emplacar o vice do Cidadania, que seria o empresário Walter Soares. O PL e PSDB já estão praticamente fechados como aliados do Cidadania nas eleições em Aracaju.

Vice e ex-vice como adversários 1

O prefeito Ranulfo dos Santos (PSB) vai para a reeleição tendo como adversário seu atual vice-prefeito Rafael Noventa (PSC), que foi para a oposição e é sobrinho do deputado federal Valdevan Noventa (PSC). E o seu ex-vice Dr Fábio  (SD), filho da ex-prefeita Ana Helena (MDB) e apoiado pelo seu ex-vice-prefeito, o médico Marcus Lemos, pelo deputado federal Jony Marcos (Republicanos).

Vice e ex-vice como adversários 2

A curiosidade é que Ranulfo, que já foi três vezes prefeito de Araúa, disputará a reeleição enfrentando seus três ex-vice-prefeito, sendo dois que são pré-candidatos (Fábio e Rafael) e o outro (Marcus), que apoia  Dr Fábio. O prefeito tem o apoio do aliado de sempre, o ex-deputado estadual Venâncio Fonseca (PSC).

O que se comenta

Já é dado como certo que haverá uma renovação na Câmara Municipal de Aracaju de 16 a 17 vereadores, com a não disputa pela reeleição dos vereadores do PSD: Evando Franca, Zé Valter e Juvêncio Oliveira. E que um partido terá que ter 11 mil votos para eleger um vereador, 22 mil votos para eleger dois e 31 mil para fazer três.

Uma realidade

A pandemia do novo coronavírus está fazendo com que vários pré-candidatos a vereador desistiam da candidatura pela dificuldade de fazer a campanha da forma tradicional: no corpo a corpo.  A coluna tem conhecimento que um dos pré-candidatos que já desistiu foi a chefe de gabinete do deputado estadual Gilmar Carvalho (sem partido), Verônica (PL).

Na onda da live 1

Os pré-candidatos a vereador de Aracaju continuam realizando live como uma forma de manter contato com o eleitor nesse período de pandemia da Covid-19. Ontem mesmo o vereador Elber Batalha (PSB), que vai para a reeleição, fez uma live para discutir a importância da atividade física durante a pandemia, com a participação do personal trainer Guilherme Fontainha.

Na onda da live 2

Também ontem quem realizou live foi o pré-candidato a vereador de Aracaju Rosman Pereira (PP), ex-secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão. Debateu sobre política, planejamento estratégico e produtividade, tendo como convidado o empresário e economista Danilo Juari.

Curiosidade

Neste mês de julho foram registrados no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SE) oitos pesquisas de intenções de voto para prefeito e vereador nas eleições deste ano somente em Lagarto. A última foi registrada pelo Dataform, no dia 29, com divulgação no próximo dia 4 de agosto.  Vale ressaltar que na última semana de junho foram registradas mais duas pesquisas no município, totalizando 10 em 35 dias. Haja pesquisa!

 

Ponto de vista

Do senador Rogério Carvalho (PT-SE) sobre a reforma tributária: “A reforma tributária não muda a lógica perversa da tributação no Brasil. A proposta enviada por Guedes[ministro da economia] ao Congresso Nacional mantém maiores taxas aos que ganham menos no país. Piora a vida de quem já paga muitos impostos em forma de salário e consumo!”.

Veja essa…

Do presidente Bolsonaro ontem, durante a tradicional live semanal, ainda fazendo piada com a Covid-19, que já matou no Brasil mais de 91 mil pessoas e infectou mais de 2,6 milhões, inclusive ele e a mulher: “Depois de 20 dias dentro de casa a gente pega outros problemas. Peguei mofo, mofo no pulmão”, disse, seguido de uma gargalhada. Só Jesus na causa!

CURTAS

Durou duas horas e meia a reunião do Comitê Gestor de Retomada Econômica realizada ontem à tarde, no Palácio de Despachos, com início às 15h. É que faltou consenso sobre a abertura dos shoppings a partir de hoje.

O resultado disso foi o atraso, em uma hora, da coletiva que o governador Belivaldo Chagas concederia à imprensa para anunciar as novas medidas. A entrevista estava marcada para as 16h30 e só começou as 17h30.

Na coletiva, Belivaldo disse que Sergipe avançou com a chegada de 209 leitos de UTI exclusivos para tratar pacientes com Covid-19, com capacidade de chegar a 236 leitos.

Explicou que não chegou ainda a quantidade de leitos estimada pela dificuldade de recursos humanos. “Temos equipamentos, temos a estrutura física, mas temos a dificuldade de contratar profissionais”, afirmou, destacando a expectativa de ampliar um pouco mais até que se saia da zona confortável de estabilidade.

Revelou Belivaldo que vai continuar discutindo a reabertura das academias de ginástica, clubes, bares e restaurantes presenciais. Assim como das escolas.  

 

 

Na visita ontem ao Nordeste, passando pela Bahia e Piauí para inauguração de obras, o presidente Jair Bolsonaro retirou a máscara que usava, mesmo tendo contraído há poucos dias a Covid-19, que também infectou a primeira-dama Michele. No Piauí chegou até a montar em um cavalo no meio de uma aglomeração de apoiadores. Ao estilo ex-governador João Alves Filho (DEM) ainda usou um chapéu de couro, deixando transparecer que já estava em campanha pelo Nordeste.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *