BPRp prende suspeita de tráfico e estoura laboratório de drogas no bairro Novo Paraíso

Nessa quinta-feira, 23, o Batalhão de Polícia da Radiopatrulha da Polícia Miltar (BPRp/PM) prendeu e conduziu para o Departamento de Narcóticos (Denarc) uma suspeita de tráfico de drogas. A mulher, de 20 anos, foi encontrada com cocaína, maconha, frascos de epinefrina, frascos de cloridrato de lidocaína, colete a prova de balas, maquinário para a produção da droga e outros materiais. A prisão ocorreu no bairro Novo Paraíso, na capital.

De acordo com as informações, a ação dos militares do BPRp teve início com o recebimento de uma denúncia anônima, que falava sobre uma residência, na rua Rio Grande do Sul, com movimentação atípica e que era usada como indústria de fabricação e mistura de entorpecentes.

Diante da denúncia recebida, os militares deslocaram-se até o local e encontraram, na frente da casa informada pela denúncia, uma mulher em atitude suspeita, aparentando ter ficado bastante nervosa com a presença policial.

A mulher foi abordada pela equipe policial e durante a conversa, demonstrando muito nervosismo, confessou que seu marido, que tinha, inclusive, saído pela manhã para entregar entorpecentes, era o responsável por manipular e revender drogas.

Os radiopatrulheiros realizaram uma varredura no local e encontraram na residência 1, 375 quilograma de cocaína, 190 gramas de maconha, 20 quilos de uma espécie de pó, usada na mistura e na produção de cocaína, 98 frascos de epnefrina, 113 frascos de cloridrato de lidocaína, uma capa de colete balístico,  nove potes de microtubos para armazenando de entorpecentes, uma balança industrial, uma máquina de selar a vácuo, uma máquina embaladora, um liquidificador industrial, três balanças pequenas e uma prensa hidráulica.

O caso foi encaminhado ao Denarc, onde todas as medidas legais e administrativas foram adotadas. Ainda no Denarc, a mulher conduzida colaborou com mais informações e a polícia seguirá com a investigação para identificar mais possíveis suspeitos e efetuar a prisão do suspeito que era o alvo da operação e proprietário de todos os materiais apreendidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *