Em tempos de pandemia, vendas de imóveis crescem em Sergipe

Mesmo com incertezas e medo, que chegaram no Brasil acompanhando o COVID-19, há espaço para as boas notícias. Com o atual momento, que tem afetado diversos segmentos por todo o país, o mercado da construção civil mante-se em crescimento. De acordo com levantamento sobre os Indicadores Imobiliários Nacionais, realizado pelo Senai, em parceria com a Confederação Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), nos primeiros três meses do ano, a alta foi de 26,7%, em relação ao mesmo período de 2019. Esse aumento das vendas continua no segundo trimestre. Segundo pesquisa realizada pela consultoria BRAIN Inteligência Estratégica, das pessoas que pensavam em comprar um imóvel, 22% efetivaram a compras em junho, seis pontos percentuais superior a março.

Esse é o caso Adivair Silva Santos que acaba se assinar contrato para a compra de um apartamento MRV em Sergipe. Casado há cinco anos, ele e a esposa pagavam aluguel e já viam planejando a compra de um imóvel já há algum tempo. “Ficamos receosos devido ao atual momento, de muito desemprego, ainda mais que minha esposa foi afastada do trabalho. Avaliamos muito antes de fechar o negócio, mas as condições estavam favoráveis e resolvemos seguir com o sonho de comprar um lugar que é nosso”. De família humilde da Bahia, Adivair conta que já passou muitas dificuldades e que a compra do apartamento é uma grande conquista comemorada por toda família. “Agora estamos na expectativa de receber as chaves até o início de 2021 e mobiliar nosso lar do jeito que sempre sonhamos”, fala.

Por causa de milhares de pessoas, assim como Adivair, que estão mantendo o plano da compra de um imóvel, o setor segue aquecido. A MRV plataforma de soluções habitacionais com atuação em mais de 160 cidades de 22 estados, por exemplo, alcançou no primeiro trimestre deste ano o seu maior volume de vendas liquidas, totalizando R$ 1,67 bilhão e 10.493 unidades. Um acréscimo de 27,9% frente ao mesmo período de 2019. Em Sergipe, a construtora teve um aumento de 28%. Para o segundo trimestre no estado, a expectativa é de fechar com mais de 40% de crescimento.

Segundo Bruno Magalhaes Peixoto Sousa, gestor de vendas da companhia em Sergipe, esses números positivos é o resultado de um grande trabalho em equipe, toda empresa envolvida em fazer o melhor para o cliente, e da agilidade em adequar os processos diante do atual momento. “Entre as ações e medidas realizadas, estão a preparação de todos os nossos canais digitais para atender com eficiência o consumidor e a expansão da atuação da nossa plataforma de vendas digital, que possibilita que o cliente realize toda a jornada de compra de um apartamento remotamente, conta.

Momento favorável para a compra

Com a pandemia, a casa passou a ter uma importância ainda maior. As pessoas estão ressignificando o lar. Além disso há hoje no país fatores que colaboram com aqueles que desejam comprar um imóvel, como inflação controlada, juros dos bancos baixos e opções variadas de financiamento. “A Caixa Econômica Federal anunciou, em abril, outras medidas que estimula o mercado, como a liberação de R$ 43 bilhões para o financiamento da casa própria, que somam aos mais de R$ 111 bilhões divulgados anteriormente, carência de seis meses para novos contratos imobiliários de pessoas físicas e taxa de juros mais baixa”, completa o executivo.

Novos lançamentos

Ainda, o levantamento realizado pelo Senai e CBIC aponta que 53% das construtoras e incorporadoras que participaram da pesquisa mantém os planos de lançamentos.  A MRV, por exemplo, acaba de anunciar o investimento de mais de R$ 148 milhões em Aracaju. Este montante será para a construção de três novos empreendimentos, que serão lançados nos próximos meses, e para obras e melhorias na infraestrutura da vizinhança dos condomínios.

Segundo o gestor de vendas da companhia, ao todo serão 1.444 unidades. Com estes novos lançamentos, a empresa estima movimentar o mercado de trabalho com o envolvimento de 400 profissionais nos canteiros de obras.  “O primeiro condomínio fechado será lançado ainda este ano. O Praia de Atalaia terá 404 unidades e será construído no Centro Administrativo. Além desses investimentos, também reformamos nossa loja (Av. Tancredo Neves, s/n°) para melhor atender o público, após este período de distanciamento”, fala Bruno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *