Agora a população precisa fazer sua parte

Coluna Rita Oliveira – 01 julho

O governador Belivaldo Chagas (PSD) informou ontem dados relevantes da pandemia do novo coronavírus em Sergipe. Disse que 71% dos casos confirmados e 60% dos óbitos ocorridos no estado estão nos municípios da grande Aracaju: Aracaju, Nossa Senhora do Socorro, Barra dos Coqueiros e São Cristovão.

Durante entrevista concedida à imprensa, na tarde de ontem, no auditório do Palácio dos Despachos, o governador destacou que 42% da população de Sergipe estão concentradas nesses quatro municípios da grande Aracaju.

Mesmo com esses dados e o crescimento de novos casos e óbitos da Covid-19 na grande Aracaju, Belivaldo resolveu apenas proibir a abertura de templos religiosos nesses municípios. Retardou o quanto pode e agora flexibiliza a abertura de salões de beleza e barbearias as terças, quintas e sábados.

Nos outros 71 municípios de Sergipe esses segmentos da economia já vem funcionando normalmente desde a última segunda-feira, junto com clínicas e consultórios de odontologia, fisioterapia, fonoaudiologia, nutrição, psicologia e terapia ocupacional, bem como serviços especializados de podologia.

Já funcionando, também, demais escritórios de prestadores de serviços e serviços em geral (publicidade, agências de viagem etc); operadores turísticos e atividades de treinamento de desporto profissional. Assim como lojas de cosmético, perfumaria e higiene pessoal, somadas a livraria, comércios de artigos de escritórios e papelaria, das 9h às 16h na capital.

PopuCom praticamente quase tudo aberto dentro do plano de retomada da economia em Sergipe, com exceção de poucos segmentos como shoppings, academias, bares e restaurantes, caberá agora a população fazer a sua parte para evitar, ainda mais, a propagação do vírus.

Infelizmente isso não será fácil, pois Sergipe continua figurando entre os estados com pior índice de isolamento social do país e o pior do Nordeste. A média é de 36%, quando o recomendado pela Organização Mundial de Saúde é de 70%.

Que a população tenha juízo! Entenda, de uma vez por todas, que estamos numa guerra contra um inimigo invisível e mortal ao invés de achar que a quarentena é para festas, encontros com amigos e fazer política!

 ………………………………………………..

O foco 1

O governador Belivaldo Chagas (PSD) disse ontem que vai continuar trabalhando para expansão de leitos de UTI, enfatizando que foram abertos mais 10 nessa segunda-feira (29) e ocupados imediatamente, totalizando 176 para as vítimas da Covid-19. E que continuará focado na reabertura da economia de forma gradual e responsável.

O foco 2

Belivaldo chegou a enfatizar que foi criticado por demorar a abrir a economia e todos estão vendo agora estados que fizeram isso há algum tempo estão recuando, pelo crescimento de pessoas que testaram positivo e vieram a óbitos. “Não dá para brincar com uma situação com essa”, disse, enfatizando que na próxima segunda e terça-feira voltará a se reunir com os Comitês  Gestor de Retomada Econômica (Cogere) e Gestor de Emergência (CGE) para análise do quadro epidemiológico da pandemia em Sergipe.

Os números

Ontem, em Sergipe, foram registrados 23 óbitos e 594 casos de pessoas que testaram positivo para a Covid-19, somando 676 pessoas mortas no estado e 25.411 pessoas infectadas pelo vírus com comprovação em testes. No país, o número de óbitos chegou a 59.594 e a quase 1,4 milhão o número de pessoas que testou positivo para o coronavírus, segundo dados do Ministério da Saúde.

Combate as fake news 1

Por 44 votos favoráveis e 32 contrários o Senado aprovou ontem (30), em sessão deliberativa remota, o texto-base do PL 2.630/2020, que visa combater notícias falsas nas redes sociais, de autoria do senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE). O projeto cria a Lei Brasileira de Liberdade, Responsabilidade e Transparência na Internet com normas para as redes sociais e serviços de mensagem como WhatsApp e Telegram.

Combate as fake News 2

Com votação apertada, o projeto foi aprovado na forma de um substitutivo (texto alternativo) do relator, senador Angelo Coronel (PSD-BA). A discussão foi marcada por discordâncias entre os senadores sobre vários pontos do texto, que teve, no total, quatro relatórios consecutivos apresentados, além de mudanças feitas em Plenário durante a votação.

Combate as fake news 3

Segundo Alessandro Vieira, o projeto é uma forma de fortalecer a democracia e reduzir a desinformação e o engano, por meio do combate a informações falsas ou manipuladas nas redes sociais. Avalia que o texto também busca dar maior transparência sobre conteúdos pagos oferecidos aos usuários.

Combate as fake News 4

As novas regras se aplicam às redes sociais e aos aplicativos de mensagem que tenham pelo menos dois milhões de usuários. A lei vale também para redes e aplicativos estrangeiros, desde que ofereçam seus serviços ao público brasileiro. Os provedores menores deverão usar a lei como parâmetro para o combate à desinformação e para dar transparência sobre conteúdos pagos. As normas também não atingem as empresas jornalísticas.

Combate as fake news 5

Rogério Carvalho (PT-SE) também apoiou o projeto. Ele entende que é importante para começar o debate de uma regulamentação sobre o tema no país. Ainda citou os perigos da disseminação de notícias falsas no contexto da pandemia da covid-19. “Se a gente não tem o debate em cima da verdade, não construímos um debate honesto, esclarecedor. E a gente acaba induzindo a sociedade a erros que podem custar muito caro. Inclusive, custar a própria vida ou milhares de vidas, como em uma pandemia como esta”.

Próxima polêmica 1

O Senado vai analisar um projeto de lei (PL 3.451/2020) que veda a abertura de inquérito por tribunais superiores quando a infração ocorrer nas dependências das cortes ou quando as vítimas forem seus membros. O autor da proposta, senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), quer evitar novos casos como o do inquérito das fake news, instaurado de ofício pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, para investigar ameaças aos próprios integrantes do STF.

Próxima polêmica 2

Para Alessandro, a medida é um resquício de um regime “inquisitorial”, presente na ditadura e que não está de acordo com a Constituição de 1988, que separou a responsabilidade de quem acusa da de quem julga.

No Congresso

Ao votar Medida Provisória 936, que estabelece regras mais flexíveis para as relações trabalhistas por conta da pandemia da Covid-19, a Câmara dos Deputados e o Senado aprovaram a prorrogação do programa de desoneração da folha de pagamentos até 2021, para 17 segmentos da economia. O deputado federal Laércio Oliveira (PP-SE) havia apresentado um projeto de igual teor, mas solicitou ao relator Orlando Silva (PCdoB-SP) a inclusão do texto na Medida Provisória. A previsão, segundo Laércio, é que com essa medida se preserve 5 milhões de empregos.

Grande iniciativa

Vereadores de Aracaju aprovaram ontem os Projetos de Leis (PLs) 85 e 86/2020 que prevêm o congelamento dos salários deles, do prefeito, vice-prefeito e secretários municipais até 2024. Os projetos foram de iniciativa da Mesa Diretora, diante do quadro de dificuldade econômica provocado pela pandemia causada pela Covid-19.

Triste realidade 1

Investigado em dois inquéritos pelo Supremo Tribunal Federal (STF) por crimes de racismo, disseminação de notícias falsas e ameaças a ministros da Corte,  Abraham Weintraub deixou o ministério da Educação e o Brasil no dia 21 de junho para  não ser preso. Já demitido, embarcou como ministro para os Estados Unidos para driblar as restrições de viagens para brasileiros em razão da pandemia de covid-19 e com o intuito de assumir cargo de diretor-executivo do Banco Mundial.

Triste realidade 2

Agora, o terceiro ministro da Educação de Bolsonaro, o Carlos Alberto Decotelli é forçado a se demitir sem, sequer, tomar posse pelo desgaste provocado pelas inconsistências no seu currículo denunciadas pela imprensa. As Universidades da Argentina e da Alemanha negaram que tenha concluído doutorado e pós-doutorado respectivamente, como tinha declarado em currículo.  E como se não bastasse, é suspeito de lançar mão de plágio em seu trabalho de mestrado na Fundação Getúlio Vargas (FGV) e não faz parte do quadro de professores efetivos da instituição, conforme colocou em currículo.

Triste realidade 3

Decotelli deixou ontem o Palácio do Planalto pela porta dos fundos. Foi ministro sem ter sido. Foi doutor sem ter sido e foi pós-graduando sem ter sido. E o Brasil segue sem um ministro em uma pasta tão importante como a educação, colocando em risco o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) que perderá a validade em dezembro de 2020.

Ponto de vista

Do senador Rogério Carvalho (PT-SE): “A saída do Decotelli representa o descompromisso do Bolsonaro com a Educação, ou seja, com o futuro do Brasil. Em um ano e meio de governo,  quatro ministros passaram pela pasta! Todos saíram por inabilidade  ou incompetência, e até mesmo suspeita de plágio. A juventude do país pede socorro!”,

Veja essa…

Como se não bastasse a pandemia do novo coronavírus oriunda da China uma nova cepa do vírus da gripe com potencial de causar uma pandemia foi identificada naquele país, segundo um novo estudo. Essa linhagem surgiu recentemente e tem os porcos como hospedeiros, mas pode infectar seres humanos, dizem os autores da pesquisa. O vírus, que os pesquisadores chamam de G4 EA H1N1, pode crescer e se multiplicar nas células que revestem as vias aéreas humanas. Só Jesus na causa!

CURTAS

Será depois do dia 30 de julho a convenção municipal do MDB em Lagarto para homologação do nome do ex-deputado federal Sérgio Reis como candidato a prefeito e dos candidatos a vereador.

Com o isolamento social baixo em Sergipe já tem quem defenda que os deputados estaduais votem projeto de lei do Poder Executivo que taxa, com multa, o cidadão que for pego na rua sem máscara. Os parlamentares nem quiseram votar esse projeto, que está engavetado na Assembleia. Deviam!

Em vários estados o uso de máscara é obrigatório e quem for pego sem ela terá de pagar multa de até R$ 500,00. Se as pessoas não fazem a coisa certa por consciência, que seja pelo bolso.     

No Bairro Atalaia 454 pessoas já testaram positivo e óbitos foram registrados por Covid-19.

A União Europeia autorizou ontem a entrada de pessoas de 15 países. O Brasil ficou de fora da lista de visitantes seguros para o novo coronavírus, por ser epicentro do vírus na América Latina.

 

 

Os senadores de Sergipe Rogério Carvalho (PT/SE) e  Maria do Carmo Alves (DEM) votaram favoráveis ao polêmico projeto de Alessandro Vieira (Cidadania-SE) de combate as fake news, que representa uma derrota para o governo Bolsonaro e aliados, por permitir rastreabilidade de mensagens disparadas pelas redes sociais.

Governo, PSC e PSL orientaram contra a matéria. Podemos, PSDB, PL, PSB e Republicanos liberaram suas bancadas. Os demais partidos orientaram a favor do projeto.

O projeto agora segue para a Câmara dos Deputados, onde deve ocorrer um debate intenso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *