Coronavírus: morre primeiro detento no presídio

A Secretaria da Justiça, Trabalho e Defesa do Consumidor informou, nesta quinta-feira (14), o registro do primeiro óbito em decorrência da covid-19, de um interno que se encontrava custodiado em uma de suas unidades prisionais. Trata-se do presidiário Laio Hérico Campos dos Santos, 32 anos, que se encontrava custodiado no Complexo Penitenciário Antônio Jacinto Filho (Compajaf), em Aracaju.

De acordo com a Secretaria, o presidiário se sentiu mal no início deste mês, tendo sido encaminhado para a enfermaria da unidade prisional e, logo depois, foi conduzido para o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse). Segundo o primeiro levantamento dos especialistas da área de saúde, o interno apresentava “sintomas inespecíficos”, não apontando para o quadro infeccioso do covid-19.

Sejuc

Foi feito imediatamente o teste sobre a possibilidade de Laio Hérico ter contraído a Covid-19, embora os primeiros sintomas não fossem do novo coronavírus, e o resultado deu negativo. Na ocasião, foi mantido internado no Huse recebendo os cuidados necessários.

Morreu na quarta – Com o passar dos dias, o quadro se agravou nas dependências do Huse e, segundo informações da própria Secretaria de Estado da Saúde, “foi identificada uma evolução do quadro, com insuficiência renal e insuficiência respiratória”. Com a piora, houve uma nova coleta no último dia 5, e o interno acabou evoluindo para óbito no dia seguinte.

Na manhã desta quinta-feira (14), a Sejuc foi comunicada pela Secretaria da Saúde de que o resultado da coleta feita no último dia 5 positivou para o novo coronavírus. Esse é o primeiro caso com morte no sistema prisional sergipano. A Secretaria da Saúde ainda informou que até esta quarta-feira (14), a situação do óbito do interno encontrava-se sob investigação, após a última coleta da amostra feita no Huse.

Até o momento, além do interno Laio, três outros contraíram a doença no sistema prisional. Um já recebeu alta e outros dois estão isolados em situação estável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *